Fidelidade Canina!

Foto0257

Voltando a escrever depois de loooongo tempo!
Nunca imaginei que aprenderia tanto com meu lindo cachorro Constantin, mas é impressionante como podemos aprender com nossos animais de estimação. Acho fantástico como, independente de repreendermos a ele ou termos dado comida, ele continua sendo fiel em todo momento. Quero eu um dia ser assim. Não me importar com o que me chateia ou se algum amigo deixou de fazer algo que eu esperava. Continuarei amando por quem ele é, não pelo que ele faz ou deixa de fazer. Fica a dica para você também.
Continue acompanhando minha página, mas Nada Espere!

Anúncios
Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Ouro, prata e pedras preciosas ou madeira, feno e palha?

Conforme a graça de Deus que me foi concedida, eu, como sábio construtor, lancei o alicerce, e outro está construindo sobre ele. Contudo, veja cada um como constrói.
Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo.
Se alguém constrói sobre esse alicerce, usando ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno ou palha, sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um. Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa. Se o que alguém construiu se queimar, esse sofrerá prejuízo; contudo, será salvo como alguém que escapa através do fogo.
1 Coríntios 3:10-15

Apesar de começar com um texto bíblico, não quero falar sobre religião; aliás, nem é necessário crer em algum deus para isso. Caso queira levar a sério esta postagem, pare um pouco e pense em qual legado, qual herança tens deixado nesse/para esse mundo. Quando dizemos que teremos de passar por um grande teste utilizamos a expressão “prova de fogo”. Trazendo à memória o que pensamos a respeito de nosso legado: o que ocorrerá quando o que construímos passar pelo fogo? De que são feitas nossas obras? Nosso cotidiano está alicerçado em quê? Minha esposa estava falando como as pessoas estão habituadas a mentiras. Ela estava num jogo online e conseguiu um feito praticamente impossível; quando foi contar, foi chamada de mentirosa. E nós? Somos tão mentirosos que acreditamos que os outros também sejam? Devemos ter em mente que mentira não tem tamanho e que, mais cedo ou mais tarde, ela fará mal. Quando o mal vier trará a perda de confiança, a destruição de um relacionamento ou algo parecido. Muitas vezes é muito difícil falar a verdade, pois sabemos que iremos machucar; mesmo assim devemos fazê-lo. Será que nós gostamos de ser enganados? O que será pior: dizer à sua esposa que aquela comida não ficou boa ou deixar que outras pessoas experimentem e construam uma má-fama dela sem ela saber? Quanto mais sincero for nosso legado, mais pessoas saberão que poderão confiar em nós. Existem algumas pessoas que deixaram de conversar comigo porque eu não aceitava que elas viessem falar mal de outras que conosco não estavam. Estou pior por causa disso? Não! Muito pelo contrário. Prefiro ter pouquíssimos amigos, mas saber que posso confiar em todos. Quem quer ter pessoas ao lado que só recorrem a outra para receber algo? Temos sido assim? Se a resposta for positiva, mude. Estamos acabando com um relacionamento e quando percebermos será tarde demais. Não terá volta! Aprenda a servir sem esperar que o outro faça o mesmo por ti. Irás perceber quão agradável é fazer brotar um sorriso de gratidão. Faça um pouco mais do que estão esperando. No que depender de ti, busque fazer da melhor forma, da mais marcante. Aja de tal modo que sejas bem lembrado, principalmente quando não estiveres por perto e alguém estiver te acusando. Se o que construímos sempre tem um excelente alicerce, acusações de madeira, feno ou palha não irão destruí-lo. Contudo, se fazemos o inverso, estejamos preparados para que todos nos olhem, vejam nossa herança e lancem um demorado olhar de pena sobre nós… Coitadinho!

Sem título

Nota | Publicado em por | Deixe um comentário

Voz de um amigo!

Image

Hoje fiz uma ligação pra Caio porque estava com um problema no computador. Ele é tão bom técnico de informática que, só de falar pelo telefone, o computador já voltou a funcionar. Fora a brincadeira, fiquei pensando depois. Como foi bom ouvir a voz dele! Comecei a pensar nos meus outros amigos e decidi. Vou tentar ligar pra eles toda semana. Mesmo que seja um período curto que eu ouça suas vozes, por causa dos bônus finitos, mesmo assim valerá a pena. Interessante que talvez pareça continuar no mesmo tema que minha primeira postagem, mas não era minha intenção. Resolvi escrever para incentivar que, mesmo não conseguindo estar frente a frente com seu amigo, sua amiga, você busque mais a eles. Bateu saudade das longas conversas que tinha com minha amiga ruiva linda, Geíza, de quando conversava mais com Vívian, Vivyane… Tempos bons de escola que a melhor parte era ficar na frente do Anísio conversando com Lilian, Fábio, Lázaro, Cristiano, Jhoyse (saudades infinitas), Genicarlos, Miguel. Saudades da minha adolescência quando ficava conversando na igreja até dar fome e, se não tivéssemos dinheiro pra comprar pipoca Bokus e refrigerante Dore, iríamos jantar e voltávamos depois. Saudades de ouvir vozes de pessoas que eu vi pouco, saudades de ouvir corações que sempre estavam juntos de mim, e eu deles… Enfim, saudades de você. Vamos nos ver mais. Vamos deixar de inventar desculpas que não justificam nem nos tornam felizes.
Hoje em dia temos muitas responsabilidades, mas esquecemos de que nos tornamos eternamente responsáveis por aqueles que cativamos. Bateu forte a saudade! E o que irei fazer? Buscar mais meus amigos. Meu amado Vini e Gaby tiveram Joshua e eu ainda não conheço. Isso é inadmissível. Com certeza devo ter tido algum tempo para conhecê-lo, mas não priorizei. Clene e eu conversamos há alguns meses sobre marcar um almoço aqui em casa e até agora nada. Quantas coisas não fazemos por não priorizarmos. Eu decidi mudar. Já que no final de ano tomamos novas resoluções, eu já decidi algumas minhas. Emagrecer bastante, cuidando da minha saúde. Conseguir um emprego. Fortalecer as pessoas do ponto missionário. Ser um melhor discípulo. Aprender a tocar violão. Cuidar melhor da minha voz para cantar. Estudar outra língua e melhorar o que sei na minha língua-máter. E várias outras mudanças em minha vida. Mas a principal delas é que serei um melhor amigo. Estarei mais próximo dos que amo. Serei amigo!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

WhatsApp, oops… What’s up, men?

Imagem

Achei interessante que muita gente irá reconhecer algo no título do meu texto, mas poucos irão entendê-lo. What’s up é o nosso famoso “Qual é”. E com essa infinidade de aplicativos que existem hoje em dia, esse nome foi uma das melhores sacadas. Ao entrar em contato com algum amigo, você está perguntando a ele “Qual é”, “O que tá acontecendo”, “Qual a boa”. Mas pra mim, o WhatsApp virou quase um monstro que não consegue ser parado. Pelo menos, não até a próxima novidade. Eu não uso o aplicativo, até porque meu celular é fraquinho e não comporta. Mas estava me perguntando nesses dias: Quando trocar de celular e puder usar o WhattsApp, irei utilizá-lo? Creio que sim, mas com moderação. Você conhece alguém, talvez você mesmo, que não consegue ficar sem fazer uso dele. Praticamente passa mal se não acessá-lo, isso também se aplica às mídias sociais ou a ter um celular de última geração. Temos de ficar o tempo todo conectados. Por quê? Ficamos tanto tempo conectados, mas não conseguimos mais ter uma relação. Talvez eu esteja totalmente errado, mas me responda: Qual foi a última vez que você esteve com um amigo, conversou com ele, olhando nos olhos, sem fazer uso do seu celular? Isso me entristece muito. Nós não conseguimos mais conversar. Emburrecemos. Ou falamos algo que vimos no “face”, twitter, internet, ou não sabemos o que dizer. Isso quando falamos… Há muitas vezes que nos reunimos pra assistir a um filme. E só! Acaba o filme, voltamos a nossos aplicativos. Se é que conseguimos assistir a algo sem acessar nossos donos, os celulares. Lembro quando ia passar minhas tardes na igreja e ficava conversando com meus amigos durante horas. Passava também com meus amigos da rua o meu tempo livre até anoitecer ou a mãe chamar. Hoje, prefiro me calar quando estou conversando com alguém e vejo essa pessoa baixando os olhos pra saber o que alguém mais importante está enviando de informação. Coloquei o que sinto, mas também vejo muita gente incomodada com isso,  porém não conseguem mais se desvencilhar disso ou não querem, simplesmente. Aprendi que se você é importante pra alguém, essa pessoa te dará atenção. Se essa pessoa não está te dando atenção, não adianta insistir. O problema maior é que nossos relacionamentos estão desmoronando e nós não damos o real valor a isso. Muitas vezes estamos no mesmo lugar, mas estamos conversando pela internet. Você ainda acha que eu estou exagerando? De propósito, permiti que esta minha postagem ficasse um pouco maior, pois sei que muitos não terão paciência de lê-lo por completo. Alguém talvez “curta”, mas pouquíssimos irão assimilar algo que coloquei aqui, quiçá ninguém.

Amizade Sincera

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário